PDT realiza encontro regional e Lupi pede a retomada do protagonismo do partido em Salvador

         



Com o auditório da União dos Municípios da Bahia (UPB), no Centro Administrativo, completamente lotado, o PDT realizou na sexta-feira (14), em Salvador, o primeiro dos seus três encontros regionais na Bahia. Os outros dois serão realizados neste sábado (15), nos municípios de Araci e Euclides da Cunha.

O encontro teve a participação de diversos políticos, dirigentes, militantes e simpatizantes do partido. Contou ainda com a presença do secretário municipal de Promoção Social e Combate à Pobreza, Léo Prates, que fez parte da mesa como convidado.

Ao encerrar o encontro em Salvador, o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, disse que já está na hora do partido retomar o seu protagonismo local, sugerindo a escolha de um nome para disputar a prefeitura da capital baiana no próximo ano. “Nós somos o partido da igualdade e quem melhor representa as minorias e as classes menos favorecidas deste país. Vamos dar vida ao PDT, vamos organizar o partido para que ele tenha candidato à prefeitura em diversas cidades do estado, inclusive em Salvador”, disse.

O presidente do partido na Bahia, deputado federal Félix Mendonça Jr, - que teve o seu nome aclamado por uma grande parte da platéia como o favorito do  partido na corrida à prefeitura de Salvador – disse que o PDT está se organizando para ter candidato na maioria das cidades do estado. “É um objetivo nosso ter candidato em quase todas as cidades da Bahia”, lembrou.

No encontro, Félix falou também da atual situação do país, que sofre com o  crescente índice de desemprego. “O Brasil precisa de trabalho. Precisamos colocar este país para funcionar. Tirar as pessoas da informalidade”, afirmou. Ele disse ainda que o país parece que é “empregado dos bancos” e que a reforma da Previdência não vai ser a salvação.. “O Brasil cobra um dos juros mais altos do mundo, não tem reforma que salve a economia de um país com juros neste patamar”, revelou.